Primos são presos acusados de comandar ponto de venda de drogas em Campina Grande


Em 20/03/2018

 



Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante suspeitos de comandar um dos maiores pontos de vendas de drogas do bairro Novo Horizonte, em Campina Grande.

 

A prisão aconteceu durante uma operação realizada pela Polícia Civil na tarde dessa segunda-feira (19), que resultou ainda na apreensão de cerca de 500 pedras de crack e 200 pacotes de maconha, além de um revólver calibre 38.

 

A ação foi realizada pela equipe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de Campina Grande (DRE-CG).

 

De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, os policiais chegaram até os suspeitos, que são primos, após o recebimento de uma denúncia anônima.

 

Ainda segundo o delegado, a denúncia relatava que a casa onde a droga estava sendo comercializada ficava em um primeiro andar e que os suspeitos faziam a entrega dos entorpecentes para os consumidores através de um copo de plástico, suspenso por um cordão.

 

Ao chegar no local indicado, os policiais constataram o fato e prenderam Flauber William Valentim da Silva, 22 anos, Dandara Mayane Valentim da Silva, 25 anos, e Weverton Valentim da Silva, 18 anos.

 

Quando os suspeitos viram os policiais chegando, tentaram se livrar das provas. Weverton estava com o revólver e o jogou na mata, arma esta que foi roubada de um vigilante no Estado de São Paulo. Já Dandara jogou os embrulhos de maconha pela descarga e o material foi retirado do esgoto nos fundos da casa. Flauber já tinha passagem pela polícia por roubo e cumpria pena no regime semiaberto no município de Esperança, no Agreste.

 

Os três confessaram que vendiam drogas. Eles foram encaminhados para a delegacia e devem responder pelos crimes de associação ao tráfico e posse ilegal de arma de fogo.

 

 

FONTE: PARAÍBA ONLINE


Rede Primeiro Minuto
©2016 - Todos os direitos reservados