Acabou a maldição! Nos pênaltis, Brasil passa pelo Paraguai e vai às semifinais da Copa América


Em 28/06/2019

 



Foto: AFPAcabou a maldição! Depois de ser eliminado pelo Paraguai nos pênaltis nas últimas duas edições da Copa América, o Brasil deixou para trás o passado. Na noite desta quinta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), pelas quartas de final da competição, a Seleção Brasileira empatou em 0 a 0 no tempo normal, mas venceu os paraguaios nas penalidades por 4 a 3. Semifinalistas, os comandados de Tite esperam, agora, pelo vencedor de Venezuela e Argentina, que jogam nesta sexta. A semi será terça, no Mineirão.



O gol da classificação nos pênaltis foi marcado por Gabriel Jesus. No tempo normal, a Seleção Brasileira esteve durante quase todo o segundo tempo com um jogador a mais, já que Balbuena, do Paraguai, recebeu cartão vermelho, mas não conseguiu converter a vantagem numérica em gol. Antes de a bola rolar, a Confederação Brasileira de Futebol organizou um minuto de silêncio em homenagem a Thalles, ex-atacante do Vasco e da base do Brasil, que morreu no último fim de semana.

 

DE IGUAL PARA IGUAL


Diferentemente do esperado, quando se via o Brasil com amplo favoritismo, ainda mais depois da goleada sobre o Peru na última rodada da fase de grupos, a partida diante do Paraguai foi marcada por igualdade entre as seleções. Os paraguaios começaram com a iniciativa, levando perigo com Hernán Pérez, enquanto os brasileiros arriscavam mais com Roberto Firmino. Derlis González ainda obrigaria o goleiro Alisson a fazer grande defesa, aos 28 minutos. O primeiro tempo se arrastava de uma forma inesperada, o que renderia vaias na saída para o intervalo do público no estádio.



EVOLUÇÃO NA ETAPA FINAL


Após a conversa no vestiário durante o intervalo, o Brasil voltou melhor no segundo tempo. A entrada de Alex Sandro no lugar de Filipe Luis melhorou a movimentação brasileira. Em um todo, a evolução foi nítida, com os brasileiros passando a dominar os paraguaios, levando perigo ao goleiro Gatito Fernández em maior escala. Aos nove, o juiz marcou pênalti para o Brasil, após Roberto Firmino ser derrubado pouco antes da linha, mas após o auxílio do vídeo, a marcação foi corrigida e Balbuena, do Paraguai, expulso - corretamente. O jogo ficaria mais aberto.



TENTATIVAS EM VÃO


Com um jogador a mais, o Brasil passou a pressionar, aproveitando que a partida ficou mais aberta com a expulsão de um defensor do Paraguai. Mas as tentativas acabaram sendo em vão. Philippe Coutinho, Thiago Silva, Alex Sandro, Arthur, Gabriel Jesus, Marquinhos, Everton, Willian - este acertando a trave nos minutos finais -, praticamente todos os jogadores comandados pelo técnico Tite tiveram oportunidades, todas desperdiçadas. Gatito, que defende o Botafogo, brilhou muito, o que acabou provocando a disputa da classificação para as penalidades.



HAJA CORAÇÃO, AMIGO!


E os mais de 45 mil torcedores que foram acompanhar o Brasil nas quartas de final da Copa América tiveram que segurar a emoção e o coração na disputa dos pênaltis, que definiriam o primeiro semifinalista da competição. E a festa foi brasileira no fim das cobranças. Willian, Marquinhos, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus converteram para o Brasil. Almirón, Valdez e Rodrigo Rojas converteram para o Paraguai. Gustavo Gómez parou em Alisson e Derlis González mandou para fora - mesmo cenário de Roberto Firmino. Empate sem gols no tempo normal, 4 a 3 para a Seleção Brasileira nos pênaltis, fim de maldição e que venha a semifinal, amigos!



FICHA TÉCNICA


BRASIL 0 (4) X (3) 0 PARAGUAI 


Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data/hora: 27/6/2019, 21h30 (de Brasília)


Árbitro: Roberto Tobar (CHI) - Nota LANCE!: 5,5 (não influenciou no resultado, mas parou muito o jogo e deu pouco tempo de acréscimo na etapa final)


Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Cláudio Rios (CHI)


Árbitro de vídeo: Julio Bascuñan (CHI)


Público/renda: 45.495 pagantes/R$ 10.352.430,00


Cartões amarelos: Filipe Luís, Roberto Firmino, Arthur (BRA) e Arzamendia, Iván Piris, Alonso (PAR)


Cartão vermelho: Balbuena 12'/2ºT (PAR)

GOL: -


PÊNALTIS: Gustavo Gómez (0-0), Willian (1-0), Almirón (1-1), Marquinhos (2-1), Valdez (2-2), Philippe Coutinho (3-2), Rodrigo Rojas (3-3), Roberto Firmino (3-3), Derlis González (3-3) e Gabriel Jesus (4-3)



BRASIL: Alisson, Daniel Alves (Lucas Paquetá 40'/2T), Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís (Alex Sandro intervalo); Allan (Willian 25'/2ºT), Arthur e Philippe Coutinho; Everton, Gabriel Jesus e Roberto Firmino. Técnico: Tite.



PARAGUAI: Gatito Fernández, Iván Piris, Gustavo Gómez, Balbuena e Arzamendia (Valdez 15'/2ºT); Alonso, Richard Sánchez (Escobar 32'/2ºT), Ortiz e Derlis González; Almirón e Hernán Pérez (Rodrigo Rojas 29'/2ºT). Técnico: Eduardo Berizzo.

 

FONTE: LANCE!

 



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados