Após derrota em Patos, Luciano Silva pede demissão e deixa o comando do Serrano


Em 04/02/2019

 



O jogo das cadeiras dos técnicos no Campeonato Paraibano começou. Após o técnico do Treze, Maurílio Silva, pedir demissão na tarde de ontem, depois da derrota de 1 a 0 para o Perilima. Foi a vez do técnico do Serrano. Luciano Silva, pedir desligamento do clube, depois da derrota por 2 a 0 contra o Esporte de Patos.

 

Em nota o técnico agradeceu pela oportunidade de comandar a equipe e também se mostrou ciente da situação ao qual o Lobo da Serra passa na competição. “Me sinto lisonjeado pela oportunidade de mais uma vez trabalhar no clube, dando minha parcela de contribuição para o desenvolvimento da instituição. Entendo ainda, que a troca é necessária nesse momento, para que se haja uma oxigenação no comando da equipe, uma vez que, os resultados não estavam acontecendo da forma como esperávamos”, ressaltou o técnico que também informou o desligamento da comissão técnica, o auxiliar Douglas Andrade e preparador de goleiros Ednaldo Souza.

 

Luciano Silva deixa o Serrano na lanterna do Grupo A, com 1 vitória e 3 derrotas, em quatro jogos disputados, somando um aproveitamento de apenas 25%. O Lobo da Serra tem pela frente a Perilima, nesta quarta-feira (06), e quem deve comandar a equipe será um técnico interino que ainda não foi informado pela assessoria do clube.

 

Nota!

 

Bom dia a todos!

 

Venho por meio desta, externar publicamente meu desligamento do comando técnico do Grêmio Recreativo Serrano. A decisão foi tomada na manhã desta segunda (04), de forma conjunta e amigável com a diretoria do clube. Me sinto lisonjeado pela oportunidade de mais uma vez trabalhar no clube, dando minha parcela de contribuição para o desenvolvimento da instituição. Entendo ainda, que a troca é necessária nesse momento, para que se haja uma oxigenação no comando da equipe, uma vez que, os resultados não estavam acontecendo da forma como esperávamos. As mudanças por vezes ocorrem, mas somos sabedores que o futebol envolve muita coisa e muitos fatores não estavam andando da forma desejada. E entrar em campo é a última coisa. Entendemos que a coletividade é bem mais importante que o individual, visto que, não conseguimos traduzir em resultados, o trabalho desenvolvido até então. Informo ainda, que juntamente comigo, se desliga toda a comissão técnica compreendida pelo auxiliar, Douglas Andrade e o preparador de goleiros Ednaldo Souza. Ao final, agradeço à diretoria do clube pela confiança em nosso trabalho e desejo sorte aos sucessores e ao clube na retomada deste trabalho.

 

FONTE: REDE PRIMEIRO MINUTO COM RAFAEL COSTA

FOTO: ROGÉRIO FONSECA/REDE PRIMEIRO MINUTO



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados