Athletico-PR vence e sai na frente na decisão da Recopa Sul-Americana


Em 23/05/2019

 



Foto: AscomO Athletico-PR soube fazer valer o mando de campo e saiu na frente na disputa da Recopa Sul-Americana contra o River Plate, nesta quarta-feira (22). Diante de seu torcedor na Arena da Baixada, o rubro-negro venceu por 1 a 0, com gol de Marco Ruben.

 

Agora, o time paranaense joga por um empate no Monumental de Nuñez, na próxima quinta-feira (30), a partir das 21h30, para ser campeão.

 

O Athletico poupou seus titulares na última rodada do Campeonato Brasileiro, quando acabou derrotado pelo Corinthians. Mas a estratégia pareceu dar certo, e a equipe comandada por Tiago Nunes, descansada, começou a partida pressionando bastante o River Plate.

 

Em menos de cinco minutos, Lucho González teve duas oportunidades para abrir o placar para o Athletico, mas ambas foram para fora. O argentino, inclusive, foi um dos destaques do time na primeira etapa ao lado de Bruno Guimarães.

 

Foi dos pés do volante que saiu o passe em profundidade para Renan Lodi na esquerda. O lateral cruzou para a área, Rony dominou e passou para Marco Ruben, que só completou para o fundo da rede.

 

Após ter maior posse de bola na primeira etapa, a equipe de Tiago Nunes recuou um pouco na segunda etapa para aproveitar os espaços deixados pelo River, que passou a controlar o jogo na volta do intervalo.

 

Contudo, a equipe argentina sofria para superar a forte marcação rubro-negra, e as principais chances de gol continuaram a ser do clube brasileiro. O domínio do River não durou mais que 20 minutos, e logo o Athletico voltou a ter o controle da partida.

 

Em um rápido contra-ataque, o time rubro-negro chegou com perigo em boa troca de passes. Renan Lodi recebeu a bola dentro da área e fuzilou a meta adversária, mas Armani fez boa intervenção para evitar o segundo gol rubro-negro.

 

Nikão teve duas boas oportunidades para ampliar o placar. Em ambas, o atleta teve a chance de cortar a bola da direita para o meio e finalizar de perna esquerda, mas os chutes passaram por cima do gol.

 

O árbitro ainda expulsou Milton Casco nos últimos dez minutos de jogo após conferir no VAR uma agressão do argentino contra Rony antes de uma cobrança de falta do Athletico.

 

Tiago Nunes colocou o meia-atacante Thonny na vaga do volante Wellington após a expulsão de Casco para tentar aumentar a vantagem para o jogo de volta na Argentina, mas a estratégia não deu certo, e a partida acabou 1 a 0.

 

ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan (Madson), Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Lucho González (Léo Cittadini), Wellington (Thonny Anderson) e Bruno Guimarães; Nikão, Marco Ruben e Rony. T.: Tiago Nunes

 

RIVER PLATE: Armani; Mayada (Angileri), Lucas Martínez, Pinola e Casco; Enzo Pérez; Palacios (Zuculini), De La Cruz e Ignacio Fernández; Matías Suárez (Borré) e Lucas Pratto. T.: Marcelo Gallardo

 

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)


Juiz: Wilmar Roldan (COL)


Assistentes: Alexander Guzman (COL) e John Alexander Leon (COL)


VAR: Daniel Fedorczuk (URU)


Cartões amarelos: Paulo André e Léo Pereira (CAP); Angileri, Lucas Martínez e Matías Suárez (RIV)


Cartão vermelho: Casco (RIV)


Gol: Marco Ruben (CAP), aos 24min do 1º tempo

 

FONTE: FOLHAPRESS

 


Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados