Botafogo-PB deve contar com Marcos Aurélio na semifinal da Copa do Nordeste


Em 08/05/2019

 



Foto: Nádya Araújo / Botafogo-PBCom a chave virada da Série C para a semifinal da Copa do Nordeste, onde enfrenta o Náutico-PE na quinta-feira (09), o Botafogo-PB voltou aos treinamentos no CT da Maravilha do Contorno.

 

Ainda lembrando do tropeço do fim de semana, quando empatou com o Sampaio Corrêa-MA, em São Luís, mesmo jogando com dois atletas a mais desde o fim do primeiro tempo, o treinador Evaristo Piza exaltou a campanha botafoguense na temporada e a invencibilidade do time nas últimas partidas. O último revés do Belo aconteceu no dia 13 de março, quando perdeu para o Londrina, pela Copa do Brasil.

 

– Você tem a possibilidade de disputar um título e ser campeão da Copa do Nordeste, com 16 grandes equipes, representantes de Série A, B e C. O preço que pagamos de jogar a Série C junto da Copa do Nordeste é por tudo que a gente vem fazendo no ano. São 30 jogos, se não me engano. Há 13 jogos a equipe não perde. O empate fora (diante do Sampaio) teve sabor de derrota pela circunstância, mas numa lógica normal, não seria um mau resultado. Vamos trabalhar para fazer um grande jogo contra o Náutico, que será mais um jogo dificílimo, uma decisão – afirmou.

 

Contra o Timbu, Piza espera um jogo franco. Diante de equipes que jogam mais retraídas, o Belo tem tido muitas dificuldades para infiltrar nas defesas adversárias e conseguir bons resultados, como foi contra Londrina, Sampaio Corrêa, Altos-PI e na semana passada, diante do Ferroviário, na estreia da terceira divisão, partida que foi lembrada pelo treinador.

 

– Vi o jogo contra o Ceará, contra o Campinense. Estou analisando o Náutico. Toda equipe que jogou contra a gente, a gente jogou (bem). O problema é quando uma equipe vem para não jogar, para bater. O Ferroviário marcou, beliscou, impediu algumas peças de jogar, e isso dificulta. O Náutico vem para o jogo? Ótimo. Assim vou marcar bem e ter espaço para jogar. Contra quem vem jogar com a gente, pela nossa característica de jogo, a gente tem vantagem – disse.

 

Nos dois últimos jogos do Botafogo-PB, o comandante não contou com o meio campista Marcos Aurélio, que tinha uma lesão na coxa direita. Para a decisão da vaga na final do Nordestão, o camisa 10, dono das bolas paradas e principal articulador da equipe, volta a estar a disposição.

 

– Marcos Aurélio está apto a trabalhar com a gente, está liberado. Ficou duas semanas entregue ao departamento médico por desgaste, cansaço e uma lesão simples. O departamento de fisioterapia cuidou bem disso. Ele é uma peça importante, vai nos ajudar no jogo contra o Náutico, vamos ver como ele se sente – concluiu.

 

FONTE: VOZ DA TORCIDA



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados