Sem contar com Everton Heleno, que cumpre suspensão, o treinador Evaristo Piza mudou o esquema botafoguense com relação a estreia na temporada, optando pela entrada de Kelvin, que jogou aberto na ponta direita na frente, na vaga de Marcos Vinicius, e com Cássio Gabriel caindo mais pela esquerda, e Lohan centralizado no lugar de Mário Sérgio.

 

Depois dos 10 minutos de jogo, o Botafogo-PB passou a ocupar um pouco mais o campo ofensivo e sofreu algumas faltas na intermediária que eram cobradas na área e assustavam a defensiva potiguar, mas não criavam perigo efetivo para o arqueiro Eweton.

 

A primeira chegada mais incisiva da partida veio aos 26 minutos, quando Tiago Orobó partiu em velocidade do meio campo, puxou para a esquerda para cima de três marcadores e bateu cruzado da entrada da área, obrigando Samuel Pires a espalmar para a linha de fundo.

 

Tecnicamente a peleja era muito fraca. Muita briga em todos os setores do campo, mas com os dois goleiros trabalhando muito pouco. A ida para o intervalo com o zero no placar foi um retrato fiel dos primeiros 45 minutos.

 

Segundo tempo

 

Após o descanso o panorama não mudou. Muita briga, bolas cruzadas, imposição física das duas equipes, mas sem trabalho para os arqueiros.

 

Mas desta vez quem chegou com perigo foi o Belo. Aos 12, Rodrigo Andrade roubou a bola na intermediária do América-RN, avançou e tocou para Lohan, que apareceu entre a defesa, na entrada da área e chutou de pé canhoto, mas Ewerton caiu para o lado esquerdo e espalmou. No rebote, Rodrigo Andrade foi bloqueado pela defesa.

 

Dois minutos depois o Mecão respondeu. Wilson avançou com velocidade pela direita e encontrou Tiago Orobó, livre, na marca do pênalti. O camisa 9 bateu de primeira e Samuel Pires, no reflexo, conseguiu evitar a abertura do placar.

 

Em um chute de for da área, a melhor chance do jogo, e foi do Belo. Aos 23, após cobrança de escanteio pela direita, Erivélton pegou a sobra na esquerda e mandou no ângulo esquerdo do goleiro alvirrubro, que se esticou todo para resvalar na pelota e mandar para escanteio.

 

Três minutos mais tarde, Dico, que acabara de entrar, recebeu cruzamento da direita e, sozinho na pequena área, errou a cabeçada e mandou a direita da meta potiguar.

 

O jogo ficou mais agitado e aos 28, Leilson recebeu na meia-lua da grande e chutou colocado, no canto esquerdo de Samuel Pires. A bola passou com muito perigo, tirando tinta do poste esquerdo.

 

No fim do jogo, aos 48 minutos, após cobrança de escanteio pela direita, Adilson subiu livre e Samuel Pires fez grande defesa. No rebote, Leilson, na pequena área, encheu o pé, mas o arqueiro botafoguense mais uma vez salvou a equipe da derrota.

 

O empate por 0 a 0 deixa o Botafogo-PB com 1 ponto, na terceira posição do Grupo A. Na segunda rodada da Copa do Nordeste, o Belo recebe o Confiança-SE, no Almeidão, no sábado (01). Antes, na quarta (29), o time enfrenta o Nacional de Patos, fora de casa, pelo Paraibano.

 

No domingo (02), o América-RN faz o clássico potiguar diante do ABC-RN.

 

Ficha técnica

América-RN 0 x 0 Botafogo-PB

Copa do Nordeste 2020
1ª rodada
Arena das Dunas (Natal)

 

Arbitragem: Antonio Magno Lima Cordeiro (CE); Anderson Moreira de Farias (CE) e Yuri Rodrigues Cunha (CE).

Gols:


Cartões amarelos: Leilson, Leandro Melo, Adriano Alves (A); Lohan, Enercino (B)

 

América-RN: Ewerton, André Krobel, Adriano Alves, Nilo, Renan Luís; Leandro Melo, Wallace Rato, Leilson, Daniel Costa (Wilson); Dione (Adílio) e Tiago Orobó (Felipe Pará). Técnico: Waguinho Dias.

 

Botafogo-PB: Samuel Pires, Israel, Fred, Luís Gustavo, Enercino; Wellington Cézar, Juninho, Rodrigo Andrade (Dico); Cássio Gabriel (Marcos Vinicius), Kelvin (Erivélton) e Lohan . Técnico: Evaristo Piza.

 

FONTE VOZ DA TORCIDA