Com gol nos acréscimos, Nacional vence CSP na estreia e quebra tabu no José Cavalcanti


Em 12/01/2019

 



O jogo inicou um pouco truncado, parecia refletir a ansiedade da estreia expressada por alguns jogadores - tanto de Nacional, quanto de CSP. Lançamentos sem requinte e cruzamentos dominaram as primeiras movimentações ofensivas das duas equipes. O jogo começou a mudar quando aos 23 minutos, Rodrigo Poty aproveitou desvio após um cruzamento e abriu o placar para o Canário do Sertão. O CSP então reagiu. O trio Henrique, Leandro e Lúcio Curió entrou no jogo, e foram os principais articuladores das boas jogadas e finalizações do Tigre. E foi justamente o camisa 9 do clube pessoense, ex-jogador do Nacional, que acertou uma bela cabeçada e empatou o placar aos 41 minutos no José Cavalcanti. O 'Naça' ainda tentou uma reação aos 45 minutos, mas Celinho não finalizou bem. O desfecho ficou para o segundo tempo.

 

SEGUNDO TEMPO

 

O CSP dominou grande parte do segundo tempo, comandando as principais jogadas ofensivas e mais próximo de marcar o segundo gol. Leandro, Henrique e Curió formaram um bom trio ofensivo, e fizeram o goleiro Nilton brilhar na etapa complementar. O Nacional tinha pouca criatividade no meio campo e insistiu em jogadas aéreas, mas Anderson e Gilmar estavam em dia inspirado na defesa. Com a saída de Curió, o CSP perdeu força no ataque. A partir dos 35 minutos o Nacional teve uma melhora, com as bolas passando por Birungueta e Célio Guilherme. Os meias passaram a alçar bolas na área do Tigre, porém, sem sucesso. Até que aos 46 minutos, Nilton também brilhou na jogada ofensiva: um chute longo da defesa se transformou em lançamento para o atacante Isaías. O camisa 11 finalizou bem e ampliou o marcador para decretar o triunfo do Canário. Vitória do Nacional. Que venceu pela primeira vez o CSP no José Cavalcanti.

 

FONTE: GLOBOESPORTE.COM/PB

FOTO: LEONARDO COSTA

 



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados