Danilo Itaporanga decide e Paracatu vira para cima do Luziânia nas quartas de final do Candangão


Em 28/03/2019

 



Foto: DivulgaçãoFoi com 22 minutos de atraso que a bola rolou para Paracatu e Luziânia pela partida de ida das quartas de final do Campeonato Brasiliense de 2019. O motivo? Um dos refletores do estádio Frei Norberto estava em completa escuridão. Imediatamente resolvido o problema, Almir Camargo autorizou o iniciou de jogo. Após sair na frente com gol de Marlon, o Luziânia cedeu a pressão do time da casa na segunda etapa e, com dois gols de Danilo Itaporanga, um de pênalti e um de falta, o Paracatu arrancou importantíssima vitória no duelo. A partida de volta acontece no sábado (30) no Serra do Lago. 

 

Primeiro tempo amarrado: Luziânia sai na frente 

 

Um jogo amarrado e de poucas oportunidades. Esse foi o resumo do primeiro tempo entre Paracatu e Luziânia no Frei Norberto. As duas equipes entraram em campo com propostas de jogo semelhantes: atacar pelas laterais. Aos 11 minutos, Acerola encontrou Ávine infiltrando a grande área do Luziânia. Graças a chuva, porém, Ávine chegou na bola desequilibrado e mandou-a sobre o gol de Gabriel. 

 

Chegando bem ao gol do Paracatu, mas sem efetivar finalizações de fato, o Luziânia conseguiu abrir o placar em bola parada. Marllon cobrou falta aos 22 minutos de jogo, na gaveta direita de Gabriel, sem chances de defesa. 1 x 0 para os visitantes.

 

Os goianos ditaram o ritmo de jogo da partida, envolvendo o Paracatu em seu toque de bola. Apenas aos 34 minutos os donos da casa chegaram a assustar. Acerola mandou forte chute de longe, do meio da rua, fazendo a bola explodir no travessão de Dida. Sem nenhum lance relevante a mais, Almir Camargo apontou o fim da etapa inicial. 

 

Danilo Itaporanga decide e Paracatu vira para cima dos goianos 

 

O cenário da partida foi outro na etapa complementar. O Paracatu partiu para cima do Luziânia, deixando os goianos acuados. E marcado 11 minutos de jogo, a arbitragem assinalou penalidade máxima para os mineiros após bate rebate na área de Dida. Com a responsabilidade do empate em seus pés, o experiente Danilo Itaporanga encaixou o belo chute no canto direito de Dida, que caiu vencido no lado oposto. 1 x 1. 

 

Mal comemorou o gol, o Paracatu buscou a virada, novamente em bola parada, aos 17 minutos. E novamente dos pés do camisa 6. Danilo Itaporanga encheu o pé da intermediária e a bola ainda desviou na barreira, tirando Dida da jogada. Era a virada que a torcida local pediu aos céus.

 

Os tentos foram suficientes para frearem o ímpeto do Luziânia. O Paracatu, por sua vez, apenas ditou o ritmo de jogo, como fez seu rival na etapa inicial. Com a vitória, os mineiros jogam por um empate no sábado (30), às 15h30, no Serra do Lago. O Luziânia precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença para avançar de fase.

 

PARACATU 2 x 1 LUZIÂNIA

Campeonato Brasiliense de Futebol – Quartas-de-final (ida)

Estadio Frei Norberto – Paracatu-MG – 27/03/2019, 19h

Público: 480 pagantes 

Renda: R$ 3.450,00

 

Árbitro: Almir Camargo

A1: Luciano Benevides 

A2: José Reinaldo

Quarto Árbitro: Maricleber Góes 

Inspetor: Fábio Alves 

 

PARACATU: Gabriel; Henrique, Breno, Hícaro e Danilo Itaporanga; Acerola, Davi (Igor Pato), David Manteiga e Ávine (Ritchely); Leandro Aguiar (Batata) e Diego Nogueira. Técnico: Buião

 

Gol: Danilo Itaporanga (11’ e 17’ – 2ºT)

 

Cartão amarelo: Gabriel

 

Cartão vermelho: não houve 

 

LUZIÂNIA: Dida; Dedê, Perivaldo, Dedé e Rafinha; Barros, Castro Jr. (Renatinho), Marllon (Heverton) e Lucas Garcia; William. Técnico: Luís Carlos

 

Gol: Marllon (11’ – 1ºT)

 

Cartão amarelo: Barros, Dida e Rafinha 

 

Cartão vermelho: não houve 

 

FONTE: DF SPORTS



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados