Libertadores: Conmebol decide em setembro palco da final de 2020; Brasil disputa com 7 estádios


Em 29/08/2019

 



Foto: Jorge R Jorge / BP FilmesA corrida para receber a final da Copa Libertadoras de 2020 já começou oficialmente. A Conmebol se reuniu nesta semana com os representantes dos dez estádios candidatos e deu um dever de casa para cada um. Eles terão até a próxima quinta-feira, dia 5, para responder um caderno de encargos de 48 páginas. O documento cobra garantias dos organizadores e dos órgãos públicos e lista uma série de exigências para a realização da final única.

 

O Brasil é o recordista de candidaturas. Sete no total: Maracanã, Morumbi, Beira-Rio, Mineirão, Mané Garrincha e as Arenas do Corinthians e do Grêmio. Lima, no Peru, e as cidades argentinas de La Plata e Córdoba também querem sediar a partida.

 
 

A candidatura do Rio foi apresentada oficialmente na terça aos dirigentes da Conmebol na sede da CBF. O presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Rubens Lopes, representantes do Flamengo, clube que administra o Maracanã, e da Prefeitura do Rio e do governo estadual participaram do encontro. No mesmo dia, a Federação Paulista de Futebol recebeu também os dirigentes da Conmebol no encontro com os executivos do Corinthians e do São Paulo.

 

A final deste ano da Libertadores será realizada pela primeira vez neste formato de final única. A partida será no Estádio Nacional de Santiago, no Chile. A Conmebol decidiu copiar o modelo da Liga dos Campeões após a confusão provocada pela torcida do River Plate na decisão do ano passado contra o Boca Juniors. A decisão foi transferida para a Europa, em Madrid, por questão de segurança.

 

As cidades brasileiras são favoritas na disputa pela final da Libertadores de 2020. Fora o Morumbi, todos foram modernizados ou inaugurados antes do início da Copa de 2014. Depois da entrega dos cadernos de encargos, a diretoria de competições da Conmebol vai começar a preparar o relatório final.

 

O trabalho será apresentado ao Conselho da entidade na reunião de setembro. A data do encontro ainda não foi marcada. O Conselho da Conmebol conta com os dez presidentes das confederações filiadas, além dos três integrantes do continente do Conselho da Fifa (o brasileiro Fernando Sarney é um deles). O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, também faz parte do órgão.

 

Veja os estádios candidatos:

 

  • Maracanã - Rio de Janeiro
    Capacidade: 78.838
    Inauguração: 1950
  • Mineirão: Belo Horizonte
    Capacidade: 58 mil
    Inauguração: 1965
  • Morumbi - São Paulo
    Capacidade: 67 mil
    Inauguração: 1960
  • Arena Corinthians - São Paulo
    Capacidade: 48 mil
    Inauguração: 2014
  • Beira-Rio - Porto Alegre
    Capacidade: 50 mil
    Inauguração: 1969
  • Arena Grêmio - Porto Alegre
    Capacidade: 55.662
    Inauguração: 2012
  • Mané Garrincha - Brasília
    Capacidade: 69.349 
    Inauguração: 1974
  • Estádio Nacional - Lima (Peru)
    Capacidade: 43 mil
    Inauguração: 1952
  • Mario Kempes - Córdoba (Argentina)
    Capacidade: 57 mil
    Inauguração: 1976
  • Estádio Único - La Plata (Argentina)
    Capacidade: 53 mil
    Inauguração: 2011

 

FONTE: GLOBOESPORTE.COM



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados