NBB aumenta para 16 times e acaba com rebaixamento


Em 15/07/2019

 



Foto: Daniel Nery / UnifacisaO basquete brasileiro se aproxima ainda mais do modelo americano. No último sábado, os dirigentes da Liga Nacional de Basquete aprovaram o regulamento da próxima temporada do NBB Caixa, que começa em outubro. Agora, 16 times e não mais 14 disputarão o campeonato, que também deixará de terá rebaixamento, como ocorre nos Estados Unidos.

 

Quatro times são novidades este ano: a Unifacisa (PB), campeã da Liga Ouro 2019, e o Pato Branco (PR), que comprou a licença para entrar no NBB. O São Paulo entrará no lugar do Joinville, enquanto o Renata/Rio Claro ocupa a vaga de Macaé. O Vasco desistiu de disputar o campeonato, que assim terá pela primeira vez o recorde de 16 participantes.

 

Outra mudança é o fim do rebaixamento. Essa decisão fecha ainda mais o grupo que disputa o NBB. Até este ano, a liga organizava a Liga Ouro, que servia como forma de promover o clube campeão para o torneio principal, desde que o time apresentasse condições financeiras de estar no NBB.

 

A partir do ano que vem, porém, o torneio será substituído pelo Campeonato Brasileiro Adulto, organizado pela Confederação Brasileira de Basquete. O campeão do Brasileiro poderá pleitear uma vaga no NBB, mas sua entrada só será possível se ela for aprovada pela administração da liga.

 

Com as mudanças, o NBB terá pela primeira vez seis unidades federativas representadas: Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo e Distrito Federal. O número é recorde na história do torneio que existe desde 2009.

 

FONTE: MÁQUINA DO ESPORTE



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados