Postos terão que apresentar notas para justificar aumento da gasolina


Em 04/10/2018

 



Todos os 102 postos de combustíveis em atividade na Capital foram notificados pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor para que procedam a entrega das três últimas notas fiscais de compra do produto. O Procon-JP quer explicação para os aumentos ocorridos no preço da gasolina no mês de setembro e início de outubro.

 

O secretário Helton Renê explica que, através dessa documentação, o Procon-JP vai analisar quem extrapolou o índice de reajuste previsto pelo Governo Federal. “Nós realizamos pesquisas de preços comparativas justamente para podermos monitorar, inclusive, considerando os reajustes aplicados pela Petrobras, e a melhor forma de termos certeza do que está ocorrendo no momento é através da avaliação das três últimas notas fiscais de compra do produtos”.

 

Helton Renê acrescenta que, quem comercializou gasolina com preço novo utilizando estoque antigo está cometendo irregularidade. “Isso também será verificado através das notas fiscais e das pesquisas. Sabemos que houve aumento oriundo da Petrobras e que alguns postos estavam ‘segurando’ os preços, mas, como o menor preço sofreu uma alta de mais de 25 centavos em nossa última pesquisa de setembro passado, vamos averiguar todos os detalhes”.

 

Salgado – A última pesquisa comparativa realizada pelo Procon-JP no dia 19 de setembro  encontrou o menor preço da gasolina a R$ 4,349, quando no dia 9 estava registrado em R$ 4,099. “Apesar dos últimos aumentos, o preço do combustível em João Pessoa ainda é um dos menores entre as capitais, por isso é importante monitorarmos para evitar que haja uma disparada. Até porque o preço atual já está bem salgado e pesando desfavoravelmente no bolso do consumidor”, disse o titular do Procon-JP.

 

Denuncie no Procon-JP


Sede – segunda a sexta-feira: 8h às 14h na sede situada na Avenida D. Pedro I, nº 473, Tambiá


MP-Procon – segunda a sexta-feira: 8h às 17h na sede situada no Parque Solon de Lucena, Lagoa, nº 300, Centro


Uninassau: segunda a sexta-feira das 8h às 17h, no Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Uninassau, na Av. Amazonas, 173, Bairro dos Estados


Telefones: 3214-3040, 3214-3042, 3214-3046, 2107-5925 (Uninassau) e 0800 083 2015

 

FONTE: MAISPB


Rede Primeiro Minuto
©2016 - Todos os direitos reservados