Saulo resolve nos pênaltis, Botafogo-PB vence Tombense e se classifica na Copa do Brasil


Em 28/02/2019

 



Foto: DivulgaçãoNa noite desta quinta-feira (28), Tombense-MG e Botafogo-PB se enfrentaram pela segunda fase da Copa do Brasil de 2019 no estádio Almeidão, em Tombos, Minas Gerais. Em um bom jogo, principalmente no primeiro tempo, as equipes empataram por 2 a 2 e a decisão da vaga só saiu na cobrança de pênaltis. O goleiro Saulo foi o grande heróis, defendendo duas cobranças e convertendo a penalidade decisiva.

 

Logo aos 5 minutos o Botafogo-PB teve um pênalti ao seu favor. Marcos Vinicius fez jogada pela esquerda e bateu de direita. A bola explodiu no braço do zagueiro Reynaldo e Elmo Resende marcou pênalti. Nando foi para a cobrança, mandou no meio do gol, Felipe defendeu, a pelota bateu no travessão, em cima da linha, e a defesa afastou.

 

Dez minutos mais tarde, nova oportunidade para o Belo. Clayton foi lançado e dividiu com o goleiro, na sobra, Nando tentou dominar e a bola sobrou para Clayton novamente, que bateu da marca do pênalti, de pé direito, mas Bruninho, em cima da linha, conseguiu evitar o gol botafoguense.

 

O Tombense-MG teve sua primeira oportunidade também em um pênalti. foi tentar cruzar da esquerda, a bola desviou no pé de Lula e depois bateu no braço do zagueiro. Aos 26, O juiz marcou a penalidade. Na cobrança, o experiente Juan mandou no canto esquerdo de Saulo, que foi na bola, mas não conseguiu fazer a defesa, e os donos da casa balançaram a rede.

 

Não demorou muito e o Botafogo-PB empatou com um golaço. Aos 28, a bola sobrou na intermediária e Clayton soltou a bomba de pé direito, no ângulo esquerdo de Felipe para deixar tudo igual.

 

E equipe pessoense teve chance de virar o placar aos 41, quando Dico veio da esquerda puxando para o meio e bateu. A bola resvalou na defesa e Clayton desviou, mas a redonda passou tirando tinta da trave esquerda.

 

No segundo tempo a partida ficou mais truncada, com as duas equipes errando muitos passes e com poucas oportunidades de gol.

 

Mas aos 18 minutos, a bola sobrou na entrada da área onde estava Clayton, que dominou no peito e, da meia lua, bateu de canhota, no canto direito de Felipe para virar o jogo para o Botafogo-PB.

 

Assim como na primeira etapa, o empata rapidamente aconteceu. Aos 21, Juan cruzou da esquerda e Edson, que havia acabado de entrar, subiu entre os zagueiros para cabecear para o gol, sem chance de defesa para Saulo.

 

Faltou pouco para o Gavião voltar a frente do placar. Aos 36, Juan invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado, mas o goleiro botafoguense se esticou todo para tocar com a ponta dos dedos na bola e mandar para escanteio.

 

Com o empate por 2 a 2, a decisão foi para os pênaltis.

 

Penalidades

 

Pelo lado do Tombense, Edson teve a cobrança defendida por Saulo, Juan converteu, Vander marcou, Everton fez, Lucas de Sá fez o dele, Bruno converteu, Lincoln fez,  Saulo defendeu a penalidade de Cássio Ortega

 

O Botafogo-PB abriu as cobranças com Marcos Aurélio, que converteu, Adalgiso Pitbull guardou o seu, Fábio Alves cobrou com força e guardou, Lula anotou, Paulo Renê mandou na trave, Rogério marcou, Fagner fez e Saulo definiu a classificação botafoguense.

 

No fim, o Belo venceu por 7 a 6.

 

Agora, o time pessoense enfrentará o Londrina-PR na terceira fase da Copa do Brasil. Além disso, a classficação rende  R$ 1.450.000,00 aos cofres botafoguenses.

 

FONTE: VOZ DA TORCIDA



Rede Primeiro Minuto
©2019 - Todos os direitos reservados